Gabinete de Serviço Social

O papel do Técnico de Serviço Social, no Centro de Acolhimento João Paulo II – Cbr, passa por todo um trabalho de investigação, diagnóstico e compreensão do meio ambiente, do grupo social e do indivíduo a que se assiste, tentando responder, eficiente e eficazmente, às necessidades e/ou expectativas da pessoa-cliente. No CAJPII – Cbr, o atendimento/acompanhamento social traduz-se numa intervenção técnica qualificada e dinâmica, que tem como ponto de partida o pedido ou problema apresentado e que possibilita o estudo, a análise e a interpretação diagnóstica, bem como a programação das acções, o desenvolvimento da intervenção e a avaliação do processo.

Através do Atendimento pretende-se:

  • Abordagem sistemática da evolução de cada situação, com recolha de novas elementos que permitam respostas mais amplas aos problemas;
  • Envolvimento dos utentes na resolução dos seus problemas;
  • Respostas imediatas de natureza material (alimentos, roupas, …); financeiras; na aquisição de medicamentos; subsídios para alojamento; regularização de processos de permanência no país (após despacho superior e/ou reunião de Direcção).

A partir do estabelecimento de um conjunto de parcerias, com outras entidades existentes na cidade, que operam na área da (re) inserção dos indivíduos, tem como intuito dar uma expressão ao dever moral de Solidariedade Social entre os indivíduos e pretende fomentar, com base na interdisciplinaridade, melhores condições de integração. Convém frisar que, a nível material, os apoios são temporários, visto que tudo o que é facultado se insere numa estratégia de (re) inserção social ao incutir nos indivíduos o sentido de participação/envolvimento na resolução do próprio problema (empowerment). Com isto pretende-se que a pessoa-cliente se autonomize, designadamente através da vertente do emprego.

Onde Funciona?

Sede: Rua dos Combatentes da Grande Guerra s/n 3030-320 Coimbra